A Representação Central Ucraniano Brasileira e o Presidente da Ucrânia Victor Yanukovich mantiveram diálogo em São Paulo.

Escrito por admin no dia 26 de outubro de 2011 em Sem categoria - Nenhum Comentário

No dia 24 de outubro realizou-se encontro entre a Representação Central Ucraniano Brasileira – RCUB e o Presidente da Ucrânia Victor Yanukovich no Hotel Tivoli, em São Paulo, durante uma hora. Pelo lado da comunidade brasileira estiveram presentes o Dr. Vitório Sorotiuk, Presidente da RCUB, Jorge Rybka, Vice-Presidente da RCUB, Mariano Czaikowski Vice-Presidente da RCUB, os Prefeitos Municipais José Baka Fiho de Paranaguá e Sergio Stoklos de Irati; a dramaturga, encenadora e artista do teatro Denise Stoklos; Luiz Eduardo Rizo Guerra ex-Presidente e Diretor da AJUB, Anna Maria Guerra Rizo do Comite Feminino da Sociedade Unificação e Boghdan Czujko da Sociedade Unificação. O Presidente da Ucrânia estava acompanhado do Chefe do Cerimonial da Presidência, do Embaixador da Ucrânia no Brasil Ihor Hrushko e do Conselheiro Presidencial para assuntos internacionais Andriy Ivanovich Hontcharuk e a assessoria de imprensa da Presidência.
O Presidente da Representação Central Ucraniano Brasileiro apresentou a delegação da comunidade e em seguida expôs sobre a imigração e a inserção dos ucranianos na vida econômica, social e cultural brasileira; a manutenção da cultura ucraniana no Brasil através de múltiplas atividades: religiosas, das sociedades, dos grupos folclóricos, dos bordados, da arte da pessanka, da culinária e outros. Informou que o Brasil é um país multiétnico e multicultural e quea cultura ucraniana trazida pelos imigrantes hoje faz parte da cultura brasileira. Que a nossa comunidade tem mais de um século de presença no Brasil e temos interesse em manter relação de cooperação e apoio mutuo com o governo da Ucrânia, suas instituições, e instituições privadas para a manutenção e desenvolvimento da cultura ucraniana no Brasil. Informamos o nosso interesse no campo educacional para Bolsas de Estudos para graduação e pós graduação na Ucrânia em geral para os brasileiros e específico para a comunidade ucraniana com programa de bolsas integrais, bem como a participação em de cursos de coreografia, regentes de músicas e outras atividades culturais no Brasil e levando os principais agentes culturais da manutenção da cultura ucraniana no Brasil para cursos na Ucrânia. Foi sugerida a criação de uma agencia especial, com orçamento próprio para tratar da relação com a Diáspora, pois todo ano faz-se orçamento e há dificuldade para a realização dos planos e chegada dos recursos. Foi sugerido o uso do ensino da língua ucraniana via online tendo em vista que o Brasil 27% dos lares já tem acesso à internet e em 2014 serão 80%. Informou-se que vivemos em um país democrático, com plena liberdade para as atividades culturais, que a nossa economia se desenvolve e com ela a nossa comunidade. É nosso interesse que as relações entre o Brasil e Ucrânia se desenvolvam em todas as esferas, pois isso contribuirá para o fortalecimento da independência da Ucrânia e para a aproximação de nossa comunidade com o povo ucraniano. Foram entregues os livros sobre a Pêssanka de Eduardo Sganzerla, dos poemas de Helena Kolody e o livro sobre as pinturas de Miguel Bakun.
O Presidente Victor Yanukovich apresentou a sua delegação e em seguida expôs a sua satisfação em encontrar-se com a comunidade ucraniana brasileira no momento do 20º aniversário da Independência da Ucrânia e nas comemorações dos 120 anos da Imigração Ucraniana para o Brasil. O Presidente da Ucrânia expos as dificuldades econômicas enfrentadas pela crise e que seu governo estava procedendo a uma série de reformas globais. Destacou a reforma do código de processo penal que data de 1962, do judiciário, da previdência, tributário e outras mostrando a necessidade da Ucrânia adequar-se às normas internacionais. Por outro lado mostrou que é necessário que a Ucrânia busque dar valor agregado aos seus produtos pois vem exportando significativamente matérias primas. Apresentou dados indicativos que a Ucrânia entrará em ritmo de crescimento mesmo dentro do cenário de crise na Europa. Por fim disse que pretende que a declaração de parceria estratégica entre o Brasil e a Ucrânia se transforme em realidade e para isso havia vindo ao Brasil.
O encontro terminou com a entrega de presentes do governo da Ucrânia à comunidade como um Tsimbale, baian, livros e rushneks e uma despedida amigável com temas como futebol, comidas e uma provável futura visita à comunidade ucraniana no Paraná. O Presidente da Ucrânia fez questão em cumprimentar na despedida cada um dos integrantes da delegação da comunidade ucraniano brasileira.

Uma delegação da comunidade Ucraniana almoçou no Itamaraty com a Presidenta Dilma Roussef e o Presidente da Ucrânia Victor Yanukovich

No dia 25 de outubro participaram no Palácio Itamaraty do almoço oferecido pela Presidente Dilma Roussef ao Presidente da Ucrânia Victor Yanukovich a seguinte delegação da comunidade ucraniana brasileira: o Dr. Vitório Sorotiuk, Presidente da RCUB, Jorge Rybka, Vice-Presidente da RCUB, Mariano Czaikowski Vice-Presidente da RCUB, o Dr. Felipe Lucas Vice-Presidente da RCUB; os Prefeitos Municipais José Baka Fiho de Paranaguá, Sergio Stoklos de Irati e Gilvan Agibert de Prudentópolis; o vereador Rafael Felipe Lucas de Irati, o Presidente do Clube Poltava Carlos Valdir Henze; Sergio Maciura da Dnipro Gold e com trajes típicos Maraina Malhadas Henze e Oleh Vodiani. Foram entregues à Presidenta Dilma Roussef vídeos dos grupos folclóricos Poltava e Barvinok e livros de Helena Kolody.
Do Estado do Paraná participaram a FIEP com o Vice-Presidente Helio Bampi e o da Associação Comercial do Paraná o seu presidente Edson Ramon e Diretor Odoni Fortes Martins.

Discurso da Presidenta da República, Dilma Rousseff, durante almoço oferecido ao presidente da Ucrânia, Viktor Yanukovitch – Brasília/DF
25/10/2011 às 16h00
Palácio Itamaraty, 25 de outubro de 2011
Excelentíssimo senhor Viktor Yanukovitch, presidente da Ucrânia,
Senhor senador José Sarney, presidente do Senado Federal, ex-presidente do Brasil,
Excelentíssimo senhor Fernando Collor de Mello, presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado e ex-presidente da República Federativa do Brasil,
Embaixador Antonio Patriota, ministro das Relações Exteriores,
Senhoras e senhores ministros integrantes das delegações ucraniana e brasileira,
Senhores senadores Cristovam Buarque e Sérgio Souza,
Senhoras e senhores deputados federais,
Senhoras e senhores empresários. Em especial eu queria saudar os empresários do Paraná aqui presentes,
Senhoras e senhores,
Eu gostaria muito de dizer que é com alegria que recebemos hoje um amigo do Brasil, o presidente Yanukovitch. E ele nos visita num momento – e eu não canso de dizer – extremamente, especial, particularmente feliz: os 120 anos da imigração ucraniana e do recebimento desses ucranianos – brasileiros e brasileiras – que integraram o nosso país, que deram sua contribuição, que foram trabalhadores incansáveis e empreendedores, e que integram a nossa nacionalidade. Nós somos um país multiétnico e multidiverso, e isso é muito importante, porque cria pontes entre nós e várias outras partes do nosso planeta.
Temos muito orgulho em abrigar a terceira maior comunidade de ucranianos do mundo. Quase meio milhão de descendentes de imigrantes, que aqui encontraram uma nova pátria e que eu queria dizer que ajudam, com determinação, a construir o nosso país.
Eu, como filha de imigrante búlgaro, bem sei o valor dessas contribuições étnicas e culturais para a formação de nossa nacionalidade.
Sua visita, senhor presidente Yanukovitch, constitui valiosa oportunidade para que a gente fortaleça os vínculos entre nossos países e nossos povos.
Desde a independência da Ucrânia, em 1991, estamos aproximando duas nações que possuem desafios comuns e hoje possuem algo muito relevante: oportunidades compartilhadas.
A parceria estratégica estabelecida em 2009 entre Brasil e Ucrânia é o eixo desse processo. Desejo, assim, reafirmar meu compromisso em fortalecê-la, ampliando os campos de cooperação, especialmente nas áreas de alta tecnologia, como é o caso do Projeto Cyclone Space em Alcântara. É o caso da área de Educação, da área de Saúde e da área de Energia e Agricultura.
Estamos rompendo barreiras na área espacial, consolidando uma aliança que fez história com o projeto Cyclone-4. Sou muito grata aos esforços pessoais de Vossa Excelência para o avanço do projeto, inclusive no campo financeiro.
Esta é iniciativa de efeitos multiplicadores, e que agora se estende para a cooperação educacional. Tenho certeza de que o Maranhão saberá recebê-los cada vez com mais amizade e com mais carinho. Os engenheiros da Universidade de Brasília que partirão para estudar na Ucrânia, em dezembro próximo, serão precursores do que, espero, seja um caminho e um intercâmbio promissor de alunos e professores.
Com o apoio do Programa Ciência sem Fronteiras vamos fortalecer essa iniciativa de capacitação dos profissionais brasileiros na área de Ciências Exatas, aproveitando a reconhecida capacitação científica e técnica ucranianas.
Outro aspecto que evidencia o potencial de nossa relação é o crescimento, tanto do comércio bilateral como também das oportunidades que, a partir de agora, se abrem em nossos caminhos e em nossos horizontes.
Senhor Presidente,
Sua visita é um grande passo para que a gente aprofunde uma relação que valoriza e que sirva de catalisador para impulsionar, a partir de agora, cada vez mais, essa aliança e essa parceria estratégica que estabelecemos.
No seu retorno a Kiev, peço que leve a amizade e a mensagem de carinho e respeito do povo brasileiro pelo povo ucraniano, e, sobretudo, nossa expectativa de que a Seleção Ucraniana de Futebol se classifique para a Copa do Mundo de 2014. Estou certa de que atletas e torcedores ucranianos também serão recebidos de braços abertos nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro de 2016.
É com esse espírito de amizade e parceria que convido a todos a erguerem um brinde à prosperidade da Ucrânia, à cooperação entre nossos povos e países e à saúde do presidente Yanukovitch!
Ouça a íntegra do discurso (07min24s) da Presidenta Dilma

http://blog.planalto.gov.br/wp-content/uploads/2011/10/prd0248.mp3

Deixe um Comentário